domingo, 25 de abril de 2010

Como Estudar Mais e Melhor: Ame!


Durante os últimos dez anos tenho tido o privilégio de trabalhar com os alunos premiados na OBM e na OBMEP (você encontra descrições dessas siglas, com links, na coluna azul à direita), entre eles os representantes brasileiros em diversas competições internacionais de Matemática.


Temos muito a aprender com estes alunos extraordinários. O sucesso deixa pistas. E quando observamos uma característica comum a todos os grandes campeões, sabemos que estamos diante de algo valioso.

E o que todos eles têm em comum? Amor. Horas debruçados sobre um único problema,
páginas e páginas de rabiscos, contas, tabelas, figuras, totalmente concentrados sem sequer sentir o tempo passar... Como eles conseguem isso? Amando o que fazem.

Vejo tantos alunos encararem um ano de curso preparatório ou pré-vestibular com a seguinte atitude: "Este ano vou me matar de estudar, abdicar de tudo o que eu gosto, mas quando eu passar para a Instituição X, todo esse sacrifício terá valido a pena."

Não funciona. Para começar, esta ideia da "Instituição X Salvadora" é equivocada, mais uma típica inversão de valores dos nossos tempos. Na verdade, nenhuma instituição tem esse poder de melhorar nossa vida num passe de mágica. E, muitas vezes, o trabalho para manter-se na Instituição X é ainda mais intenso do que o trabalho para ingressar nela.

Mas o maior problema deste modo de pensar é o fato de nenhum de nós resistirmos muito tempo fazendo algo que nos pareça desagradável, e fatalmente não somos capazes de fazê-lo bem feito. Nosso desempenho em qualquer atividade está diretamente ligado ao prazer ou desprazer que sentimos ao executá-la.

Assim, se você se dispõe a passar um ano de "sacrifício" para atingir uma meta, já está se preparando para passar a maior parte dos seus dias executanto tarefas "desagradáveis". Isto afeta sua motivação, diminui o seu desempenho e torna-o mais suscetível a distrações. Alunos que encaram assim seus estudos têm dificuldade de concentração, pois frequentemente estão pensando nas diversões que estão "perdendo" enquanto estudam.

Com os campeões, é exatamente o contrário. Eles não abdicam da diversão para estudar. Eles se divertem estudando. Por isso aprendem em poucas horas o que muitos "sofredores" levam meses para assimilar. 

Você gostaria de aumentar significativamente sua capacidade de compreensão e assimilação de qualquer tema que esteja estudando? Aprenda a amar o objeto de estudo.

"Aprender a amar? Como assim? Amar não se aprende, ou você sente amor por algo ou não sente."

Se esta é sua reação, e você realmente acredita não ser possível aprender a amar, provavelmente não vale a pena continuar lendo este artigo. Mas se você, como eu, acredita que amar é uma arte (Há um livro inteirinho sobre o assunto: "A arte de amar", de Erich Fromm), ou pelo menos está disposto a aceitar essa ideia, eis aqui algumas sugestões práticas:

1) Adquira o hábito de fazer esta pergunta diante de tudo o que for estudar: Por que alguém um dia amou isto? O conhecimento humano, especialmente o mais antigo, existe porque alguém um dia interessou-se intensamente a ponto de desenvolvê-lo, e muitas outras pessoas interessaram-se a ponto de assimilá-lo e transmiti-lo. Muitas vezes, entretanto, a forma como o conhecimento é transmitido esconde sua verdadeira essência, tornando-o menos interessante e menos "amável". Procure a essência. Pesquise.

2) Um ótimo atalho é conversar com quem já ama o que você quer aprender. Seu professor, ou aquele colega de classe apaixonado pelo assunto. Pergunte a eles por que gostam tanto daquilo, o que os leva a serem tão apaixonados por aquele assunto. Alguns terão até certa dificuldade de colocar seus motivos em palavras, mas aposto que gostarão de pensar a respeito.

3) Outra dica é lembrar de um momento específico de sua vida em que você amou estudar algo. Ou pelo menos amou aprender algo. Lembre-se do que sentiu, e como. Lembre-se das circunstâncias que favoreceram tal estado emocional. Lembre-se também de como tudo ficou mais fácil e natural. Agora procure ativamente reproduzir tais circunstâncias favoráveis sempre que decidir estudar.

4) Não se limite! Ao estudar para um concurso ou vestibular específico, não cometa o erro de restringir-se ao programa divulgado no edital. Vá além. À medida que desenvolve seu gosto pelo estudo, é natural você começar a ter suas próprias perguntas. Procure as respostas, mesmo que tal busca o leve a temas externos ao seu planejamento inicial. É o seu crescente interesse que o ajudará a passar cada vez mais tempo estudando com prazer. Ao voltar aos temas do programa, a qualidade do seu estudo compensará com folgas o tempo dedicado aos assuntos "paralelos" (sem contar que boa parte desse conhecimento "adicional" pode ter utilidade direta no momento do concurso).

5) Seja curioso! Este conceito já está presente no item 4, mas sua importância justifica a repetição. A curiosidade é outro motivo de as crianças aprenderem tão rápido, e outra característica paulatinamente reprimida em nossas interações com a sociedade, em parte devido à falta de paciência dos adultos (mais sobre isso no artigo anterior deste blog: Crianças). O hábito tão comum do "estudar para passar" leva muitos estudantes a memorizar informação que não entendem, e tal informação é rapidamente esquecida. Exercite sua curiosidade. Habitue-se a perguntar por quê. Ouça sua criança interior quando ela tiver perguntas, e tenha paciência com ela!

A respeito do citado hábito do "estudar para passar", vale comentar uma situação comum que vivencio regularmente em sala de aula: Após dedicar-me a explicar ideias e conceitos profundos envolvidos na solução de um determinado problema desafiador, pergunto se todos entenderam, e fazem que sim com a cabeça. Ao abrir para perguntas alguém se anima: "Professor, deixa eu ver se entendi. Então, sempre que A eu faço B. É isso?"

Minha resposta é sempre a mesma: "NÃO. Sempre que A, você deve ler o enunciado cuidadosamente, entender a pergunta, usar sua compreensão dos conceitos envolvidos e... PENSAR!" A tentação por "receitas" para resolver "tipos" de questões de prova é grande, mas um único conceito bem aprendido resolve mais questões do que dezenas, às vezes centenas de "receitas".

Aprender implica transformar-se. Metas como passar em um concurso disputado são excelentes motivadores para transformações de aprendizado. Mas o verdadeiro valor não está em ser aprovado no concurso, mas sim tornar-se alguém capaz de tal feito.

Quem você é é muito mais importante do que o quê você faz, ou onde você está.

Ame estudar, ame aprender, e você se tornará melhor a cada dia, todos os dias. Sempre.




60 comentários:

  1. Rufino Carmona26/04/2010 00:28

    Opa, Luciano. Já que estou aqui ainda e já li o seu novo post, em primeira mão, vou fazer alguns comentários (poucos, eu prometo :-)). Se você me permitir, quero ampliar para amarmos tudo o que viermos a fazer. O estudo e a leitura são as mais importantes ferramentas para alvancarmos nossas carreiras e o próprio mundo ao nosso derredor.

    Mas a cada gesto, a cada ação do nosso dia a dia devemos usar também o amor. Quando fazemos algo com amor para quem quer que seja, mesmo para nós mesmos, o outro tende a receber com muito mais interesse e prazer, até nós mesmos.

    E é assim, com atos simples, mas sempre amorosos, que mudamos a nós mesmos (essa é mudança mais difícil de todas). E depois mudamos nossa família, nossa rua, nosso bairro, nossa cidade, nosso estado, nosso país e nosso planeta. Hehehehehe (já li isso antes em algum lugar).

    Suas cinco sugestões são muito profundas, mas fáceis de pôr em prática se houver amor.

    E que relevância tem onde nós estamos? O mais importante, sem dúvidas meu caro, é o que temos dentro de nós para contribuir com o bem comum. O nosso saber ninguém nos tira, porque ele certamente foi adquirido com amor.

    E como disse um apóstolo, acho que São Paulo: "Nada vence o amor".

    Mais uma vez lembro que não sou religioso, mas sou muito curioso e adoro estudar as religiões.

    Outro grande abraço!
    Rufino

    ResponderExcluir
  2. Concordo com o que você me disse agora há pouco ao telefone. Este foi o melhor texto até agora.

    Tudo que é feito com amor, é bem feito. Em todas as áreas e em todos os aspectos. Encontrar o que faz o coração bater é que é o desafio.

    No caso dos estudos, acho a sugestão nº1 muito importante. Buscar a essência que fez alguém amar o assunto antes.

    Sempre vi em você essa curiosidade em muitas coisas, assuntos e atividades. E por isso sempre vimos tanto sucesso, em tudo que se propõe a fazer.

    Um beijo com saudades!

    ResponderExcluir
  3. Embora acompanhe o blog do Mestre Luciano, até então não havia tido tempo com qualidade suficiente para postar alguma comentário, mas agora vai:

    Inicialmente gostaria de me reportar ao tema "Quem disse que zero sobre zero é indeterminado?". Tal matéria, extraordinariamente objetiva e esclarecedora foi motivada por uma conversa que tivemos em uma viajem, onde eu e outro grande amigo e Professor de Matemática, o Bagual, demonstramos nossas opiniões e dúvidas sobre este assunto. Ao ler que o Luciano se reportou a nós como "excelente professores de Matemática", enchi-me de orgulho.

    Orgulho majorado pelo fato de que me sinto, de alguma forma, um eterno monitor do Luciano. Hoje sou Diretor do Sistema ELITE e Diretor de duas Unidades no Pará, mas me orgulho de ter entrado no grupo como Monitor, em 2000, na Unidade de São Gonçalo. Na época Luciano era professor do EM e da Turma IME-ITA, e eu me virava como podia para resolver as listas sinistras que ele entregava aos alunos. Um baita aprendizado.

    Ao ler o artigo em homenagem ao mestre Morgado me emocionei. Luciano, tenha certeza de que estás sim assumindo o legado deixado por ele, e nós assumindo um legado já deixado por você, e alguns dos nossos alunos assumindo o nosso legado. E o mais extraordinário é que não há passagem de bastão, pois convivemos juntos, ora na relação Professor-Aluno, ora na relação Professor-Professor, e depois, numa maravilhosa inversão, na relação Aluno-Professor. O que sentiu ao conversar com o Morgado naquele vôo à Espanha, eu senti no nosso vôo de São Luis à Belém, discutindo a questão de PA da IMO. Ali não aprendi conceitos matemáticos, muito mais que isto, aprendi um novo conceito de encarar os problemas, o que pode me ajudar na decisões mais diversas da vida!

    Continue com esta iniciativa do blog. Desde que confidenciou a idéia tive a certeza de que seria algo grandioso. O texto em que fala do amor, é merecedor de um prêmio. Nesta semana, aqui no Pará, entrei em todas as turmas do EM, PV e Militares e repeti cada palavra do que escreveste, e indiquei a fonte, o blog aprender, assim como em algumas aulas, inclusive aí em Madureira, falei do "Zero sobre zero". Dádivas para nossos alunos e para nós que nos realizamos em sala de aula.

    Obrigado pela oportunidade de crescer e aprender sempre!

    ResponderExcluir
  4. ola luciano...
    sou um jovem que esta cursando o segundo colegial, e vou prestar o vestibulinho, e pesso a voce que venha a me dar dica, CONSELHOS.
    Sendo que voce já é uma pessoa mais vivida, mais conhecedora e sabia.
    por favor, eu necessito tanto passar,necessito tanto em poder ser "ALGUEM",necessito tanto mas tanto mesmo.
    obrigado pelo texto acima, e por me dar esta chance de postar isso a uma pessoa como voce.
    OBIGADO..
    por favor me ajude.
    BRUNO GABRIEL

    ResponderExcluir
  5. tua dica foi muito boa
    ser criança outra vez

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ''' Vocês não tem o que fazer, eu preciso estudar, e não fica falando de besteiras.

      Excluir
  6. eu amo o estudo e vou fazer uma prova do ismart
    o que devo estudar???

    obrigado pela atencão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. '' Eu também vou fazer uma prova muito importante, e nem por isso estou louco, ao ponto de pergunta para os outros o que deve estuda. Se liga, se informe, pesquise em sites; como estou fazendo, em vez de fica enchendo o saco dos outro.

      Excluir
  7. Cara muito legau,eu nunca avia pensado nisso que você falou, eu mim encaixo muito bem com este sujeito que estuda para alcançar uma meta.
    cara, foi de muita valia para mim, pois, eu amo estudar mas estava estudando de forma errada obrigado mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. LEGAU=LEGAL AVI=HAVIA

      Excluir
  8. ESTE COMENTARIO FOI MUITO UTIL, PORQUE IREI ME DEDICAR AOS ESTUDOS COM AMOR E TUDO VAI SER FACIL. ESTE AINDA TEREI A RECOMPENSA DE MEUS ESTUDOS, SE DEUS QUISER.

    ResponderExcluir
  9. Parabéns pelo extraordinário artigo. Precisava ouvir, ler e sentir isto. Muita Paz e Sucesso!

    Luiz Carlos de Araújo

    ResponderExcluir
  10. Gostaria que me orientasse com relação ao problema que estou tendo com a minha filha que não gosta de estudar. Pois como vc falou que uma boa parte dos alunos só estudam para passar,e é exatamente o caso dela. Isso me deixa muito constrangida, e sei que dessa forma vai se tornar uma pessoa sem embasamneto e despreparada para seu futuro. Já conversei com ela sobre o que está acontecendo que ela não tem interesse pelos os estudos e que quero ajudar. Ela me falou que não sabe estudar só, ou seja, necessita de reforço. O que vc acha que devo fazer? (Ela cursa o 8ºano e tem 15 anos)

    ResponderExcluir
  11. Parabéns pela sensibilidade de perceber e transmitir algo tão valioso..
    lindas palavras...
    felicidades e sucesso sempre...

    ResponderExcluir
  12. oi luciano , vim quantos comentarios sombre suas dicas são realmente maravilhosas
    vou fazer o enem esse ano
    estava super preocupada como estudar para o exame
    agora que li suas dicas vi
    que se me dedicar a estudar com amor vou conseguir
    a me concentrar e tirar uma boa nota
    valeu mesmo pelas dicas estão sendo uma ajuda entanto para os novos conhecedores do mundo academico bjs ,"Lucineia sua eterna adimiradora"

    ResponderExcluir
  13. Olá, sou a aluna do Sistema Elite de Ensino unidade Nova Iguaçu, da turma IME/ITA que falou com você sobre o blog, estou te seguindo, me segue de volta ? um abraço =)

    ResponderExcluir
  14. gente eu tenho 11 anos ñ sei nada nem tabuada

    ResponderExcluir
  15. eu to na 5 seri

    ResponderExcluir
  16. gostei muito do texto pois ajudou me a refletir nos momentos mais importates quando o amor pelo etudo batia mais que ver televisao.

    irei esforcar me bastante para que o meu estudo possa surtir efeitos na minha vida amando os livros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim concerteza me fez ter mais amor aos estudos.

      Excluir
  17. Gostei muito do seu escrito. Adoro estudar. Ensinei por anos.
    Adeus.
    Ivo da C.Souza(Goa, India)

    ResponderExcluir
  18. Muito bom. Se não solucionar meu problema, minha"perguiça", de estudar, mas com certeza vai ajudar a melhorar,e muito.

    ResponderExcluir
  19. vai da certo obrigado.

    ResponderExcluir
  20. lendo o que vc escreveu, percebir que tudo na vida tengue ter amor, e o mais lindo de tudo é saber que o maior amor vem de Deus, e ele nos ensina a amar até as minimas coisas, pq o amor tráz dedicação e as dedicações nos fazem pessoas vencedoreres, se tivermos planos, e colocarmos metas para aquilo que realmente queremos, e nos dedicarmos com amor nós vamos longe! o futuro de cada um depende da sua dedicação e amor!!!

    ResponderExcluir
  21. de tudo o que to escreveste tem haver com a minha vida de estudos mais depois disso vou aprender e vou amar mais os meus estudos com força e dedicaçao por que sou capaz e vou fazer melhor em meus estudos e alcançarei os meus objectivos,
    obrigado.

    ResponderExcluir
  22. este artigo me fez lenbrar quando eu xtava no 4 ano quando amava estudar o corpo humano,perguntas como e q e o esqueleto? como esta constituido o corpo humano? eram para mi como se fossem musicas.para mi aquilo n era astudo mais sim como s fosse uma brincadera q eu adorava brincar.agoa q xto no 10 ano tudo mudou.mais vou tentar estudar com amor do geito q eu fazia no passado. e obrigado esse blog mi ajudou muito ,a ver as coisas de otra forma.

    ResponderExcluir
  23. Adorei,tenho 57 anos,voltei a estudar,estou fazendo matematica,ingles e portugues no kumon to parecendo uma criança,to amando bjs

    ResponderExcluir
  24. De qualquer forma é um bom conselho pois tornarme-ei uma criança e expor minhas duvidas.

    ResponderExcluir
  25. Temos q xtudar porque tudo na vida é sacrificio para alcançarmos os nossos objectivos.

    ResponderExcluir
  26. bem interresante saber uma maneira mais facil de estudar e apreder facilmente .............gostei

    ResponderExcluir
  27. Fico mto grato e mto flz saber que existem pessoas maravilhosas dispostas a ajudar quem precisa e hoje aprendi mto e de hoje em diante serei mas curioso e vou procurar amar o estudo coisa que nunca fiz mas que tento da pior forma obrigado.

    ResponderExcluir
  28. sei que não sou tampouco inteligente como muitos, mas depois de ter lido este belo artigo vi que tudo temos que fazer com amor e amar o que faz.

    ResponderExcluir
  29. nossa que legal gostei desse texto estava um pouco triste sabe,por que tenho algumas dificuldades em algumas lições mais depois de ler esse texto,fica mais feliz :>valeu belo texto

    ResponderExcluir
  30. Fiz licenciatura em matemática e passei os quatro anos querendo muito que chegasse o fim da graduação. Quando comecei a trabalhar percebi que faltava algo... e faltava mesmo: o amor. Hoje, três anos após a conclusão do meu curso, tenho esse olhar: de amar a matemática para torná-la amável aos meus alunos. Suas sugestões são realmente necessárias. Obrigada por mais esse texto.

    ResponderExcluir
  31. ANONIMO; 19/08/2013 eu preciso da tua ajuda , por favor estou cursando, a 7 serie do 1 grau tenho 16 anos filha de pais separados , sou criada pela minha vovó, que já não tem muita saúde mas faz o que pode pra me ajudar, eu me trato com psicopedagoga melhorou bastante, mas a minha mente ainda é muito lenta,. o ano já esta acabando e eu estou com notas muito baixas, principalmente em ingles . me ajuda por favor, obrigado espero poder contar com sua paciéncia comigo e sua atenção eu quero aprender mas não consigo conto com a tua ajuda, mas uma vez por favor me ajuda . beijos carinhosamente

    ResponderExcluir
  32. Parabèns Luciano! Um exelente texto motivacional,continue postando,mim ajudou muito e com certeza vai ajudar a varias pessoas,Obj.

    Fernando Filho

    ResponderExcluir
  33. rebeca de freitas30/08/2013 06:39

    obrigado Luciano agora aprendi a ser mais curiosa e como criança querendo saber de tudo. Obrigadão.

    ResponderExcluir
  34. gostei muito da forma de pensar e e obvio o conhicimento nunca e tarde.

    ResponderExcluir
  35. Tipo eu ja faço tudo isso mas não consigo apreender nada,as vezes eu até aprendo i na hora da prova esqueço tudo!

    ResponderExcluir
  36. parabéns professor por essas dicas maravilhosas ja percebi que ama mesmo o que faz vai nessa força e que Deus continue te abençoando sempre dessa maneira e nunca perca esse desejo de ensinar pois o Senhor é com tigo

    ResponderExcluir
  37. ola, tipo eu tenho um exame final i e já na segunda fera so que eu não consigo estudar direito vcs podem me ajudar???? pfv

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. e quando eu te ajudo bfff

      Excluir
    2. eu tambem

      Excluir
  38. boa noite Mestres matemáticos desculpam-me por tratar-vos assim eu sou um jovem estudante com grandes debilidades em Mat. e o incrivel é que eu gosto muito da mesma cadeira.A judem-me por favor a estudar se poderem. Daniel.

    ResponderExcluir
  39. Na verdade o mais importante ja foi dito que é ESTUDAR COM AMOR, sou daqueles que acredito qeuando fazemos algo com amor e dedicação nosso esforço não sera em vão.
    Continue dados boas dicas para pessoas como eu e muitos que ainda precisamos muito. Valeuuuuuuuuuuuu

    ResponderExcluir
  40. falta de voces todos junto na ideia de estudar para o deselvovimento da mente do pais para o melhor para me e a voce

    ResponderExcluir
  41. Olá Luciano eu só uma mãe que dediquo os meus filhos só queiro o melhor pr eles,o meu filho tem 14 anos tá no premeiro ano no issino medo,mas ele não gasta de estudar princilmente portugues, Hstótria ,e geografia . Como que eu possor agudar ele.









    /

    ResponderExcluir
  42. olá Luciano como posso ajudar o meu felho a escrever certo.

    ResponderExcluir
  43. Depois de ler o teu post me apercebi que o motivo do meu fracasso nos teste e na vida académica é a falta de amar e as várias limitações que tenho.
    Obrigado pelas dicas!

    ResponderExcluir
  44. Oi lucio concordo com a ideia, sem amor a aprendizagem sera muito dificil, para superarmos as difculdades de aprendizagem precisamos de amar, pois o amor coloca fora o medo.

    ResponderExcluir
  45. Estou com uma certa dificuldade em uma.matéria e emu professor me deu este artigo , e era tudo que precisava ler , muito bom mesmo o Autor esta de parabéns

    ResponderExcluir
  46. Estou com uma certa dificuldade em uma.matéria e meu professor me deu este artigo , e era tudo que precisava ler , muito bom mesmo o Autor esta de parabéns

    ResponderExcluir
  47. ja gosto de estudar brigado luciano tenho amor ao meus estudos

    ResponderExcluir
  48. estou com dificudades procurei alguma coisa que me ajudase ajei o ator esta de parabéns

    ResponderExcluir
  49. Brigado luciano agora ja estou gostando de estudar com amor antes estudava por obrigação

    ResponderExcluir
  50. Olá Luciano, minha filha não tem dificuldade em escrever, suas notas em redação na UERJ e enem foram 1000 e 980 ela escreve com facilidade e rápido (gosta de ler) porém, não gosta de estudar matemática nem física, quem sabe após ler esse texto ela muda de ideia e passa gostar das matérias pois a carreira que esta tentando exige que se saia bem em todas as matérias. Estou torcendo para que isso aconteça!
    Parabéns p/texto

    ResponderExcluir

Minha preferência é não moderar os comentários, mas eventualmente poderei excluir os que não acrescentem valor. Recomendo enfaticamente o uso da grafia correta das palavras, evitando abreviações.